quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Não há dos dias iguais



Não há dos dias iguais.

Devemos aproveitar a ocasião..

Duas fotos do mesmo local, uma em Janeiro e outra em Agosto.

A foto de Janeiro, leva-nos ao imaginário dos desportos radicais "rafting", de que a juventude tanto admira e gosta.

A de Agosto, conduz-nos à passividade da meia-idade, contemplativos, mais nutridos e sempre acompanhados da bucha…

(Imagens e texto de António Gouvinhas)

Sem comentários:

Enviar um comentário