segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Em Vila Cova… Acontece






As nossas turmas de informática e de iniciação à escrita e à leitura, a ultima sempre atentamente assistida pela sua coordenadora, a Sónia Cruz.
Bem-haja Sónia.


Inicia-se hoje uma nova rubrica no blogue.
” Em Vila Cova…Acontece”, propõem dar a conhecer as actividades/acontecimentos que vão marcando a vida das nossas aldeias no seu dia-a-dia.
É com grande satisfação e porque não dizer com grande orgulho que se dá conhecimento das actividades educativas que estão a decorrer e do entusiasmo com que todos os envolvidos têm abraçado este projecto.
Apesar do frio, do adiantado da hora e da menor concentração, derivada ao cansaço acumulado, apesar da pouca luz, dos parcos recursos, apesar de não dispormos das condições ideais, podemos, e devemos, congratularmo-nos com a aderência aos projectos.
Depois do êxito inicial das aulas de informática, projecto liderado por mim próprio, onde uma turma de iniciação e outra de nível mais avançado, vão dando motivação para se prosseguir, principiaram também com grande furor, a iniciação à escrita e à leitura e a iniciação ao Inglês. O primeiro projecto alicerçado no entusiasmo, dedicação e grande competência da Sónia Cruz, conta já com uma turma de 6 alunos que são o orgulho de todos nós. O segundo, cimentado na paixão, na dedicação e enorme capacidade do Óscar Carvalho tem 5 discípulos, que são o nosso brio.
Outros programas estão já pensados, a matemática para a vida, liderado pela Assunção Teixeira, é um deles. Naturalmente que temos a ambição de ir mais além. Queremos, e achamos que devemos contribuir de forma decisiva e irreversível para a formação das nossas gentes.
Como já anteriormente se disse a organização é dinâmica, aberta a novas actividades ou valências, são bem-vindos novos projectos e novos colaboradores, todos somos poucos para levarmos a bom porto tão nobre propósito.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

De volta ao edifício

De volta ao edifício para nova reflexão. O desejo de elevar bem alto o nome da nossa terra é imenso. A vontade de ver uma ideia inovadora mas simultaneamente enriquecedora, grandiosa mas enquadrada com a paisagem é enorme. Por isso a busca de novas soluções é imposição determinante para o desfecho do projecto.









O piso inferior mantêm-se basicamente igual. A grande transformação operasse no piso superior onde se preserva a ideia de conservar a ruína tal como está, obviamente depois de limpa e recuperada.

Por dentro da ruína é construída uma estrutura em vidro revestida pelo exterior, a uma distância de aproximadamente 30 cm, por chapas de aço Patinável, cortadas em forma de árvore com tronco e ramificação.

O aço Patinável, também conhecido pelas marcas Corten, Cor-Ten, Cosacor ou Niocor é um tipo de aço que na sua composição contem elementos que melhoram as suas propriedades anti-corrosivas. Este tipo de aço é muito utilizado na construção civil apresenta em média 3 vezes mais resistência à corrosão que o aço comum.

Uma de suas principais características é a camada de óxido de cor avermelhada que se forma quando ocorre a exposição do aço aos agentes corrosivos do ambiente. Aplicável também na fabricação de esculturas e objectos decorativos.