quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Projecto de jardim na confluência da Rua das Flores com a Rua de S. Gonçalo




Na senda da estratégia já anteriormente aprovada, a Assembleia de Compartes dos Baldios de Vila Cova e Mascoselo, e assim que esteja terminado o arranjo urbanístico da Rua das Flores, obra projectada e financiada na integra pela Assembleia, pretende proceder também ao arranjo do terreno sobrante.

As imagens virtuais que se seguem são apenas um contributo para o debate que se deseja. Apela-se à participação e à apresentação de sugestões.


6 comentários:

  1. Antes de mais, gostaria de salientar esta iniciativa de manutenção de um blog acerca de uma freguesia que tanto tem de distante como de bela! Sei que Vila Cova tem feito muito para acompanhar os novos tempos. O investimento nas novas tecnologias, especialmente na internet, é reflexo dessa mesma atitude vanguardista. Remar contra a maré não é fácil... A todos os envolvidos, os meus parabéns!

    Quanto ao arranjo da Rua das Flores, penso que peca por tardio, tendo em conta a sua progressiva e inevitável desertificação. No entanto, se a imagem aqui apresentada passar a ser real, será sempre uma mais-valia em termos estéticos. É, indubitavelmente, uma boa ideia!

    ResponderEliminar
  2. Como nascida e por agora residente nesta pequena mas tão bela aldeia, de que tanto gosto, não posso deixar de dar os meus parabéns, ao promotor desta e de outras iniciativas tão válidas para esta terra. É uma iniciativa muito válida, espero que todos a saibam aproveitar e ajudem a desenvolver. É muito bom poder testemunhar o dinamismo, a determinação, a vontade e o amor com que te envolves nesta busca pelo desenvolvimento da nossa terra. PARABÉNS MAURICIO!
    Quanto à recuperação da Rua das Flores, concordo com o Tiago, peca por tardio. No entanto, vale mais tarde do que nunca. É verdade a sua progressiva e inevitável desertificação, o que não significa que num futuro próximo, e com todos os projectos pensados para a aldeia, não haja jovens a querer fixarem-se por cá.
    De qualquer das formas, sinto o desejo de deixar aqui e em nome dos meus queridos avós, os agradecimentos a todos aqueles que neste projecto colaboram e com a especial referência desta rua. Tenho a certeza que se entre nós estivessem seria uma grande alegria!

    ResponderEliminar
  3. está muito bem pensado tens k m diser aonde arranjo 1 cérebro como o teu

    ass:filipe jose borges carvalho

    ResponderEliminar
  4. Uma pequenina observaçao:


    Se nao fosse muito incómodo gostaria que me respondessem porque é que a obra nao esta a ser construida conforme o projecto da imagem acima !!

    ResponderEliminar
  5. Aqui todos damos a cara por ideias, por projectos e principalmente por pessoas. Isto para dizer que haverá todo o gosto em explicar tudo, mas os interlocutores terão que seguir o mesmo princípio, ou seja, identificarem-se.

    ResponderEliminar
  6. Jose Simoes:


    Concordo plenamente consigo e peco desde ja desculpa por nao me ter identificado na minha primeira intervencao neste blog.

    Mas agora que ja dei a cara gostaria que alguem me pudesse explicar porque é que a obra nao foi realizada segundo o projecto apresentado neste blog.

    ResponderEliminar