quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

O edifício


O espaço é sem dúvida uma condicionante de toda e qualquer actividade que se queira desenvolver em Vila Cova. Sempre que se pensa numa qualquer iniciativa, uma formação, uma reunião, uma conferência, seja o que for, logo se depara com um obstáculo, onde?

É pois uma lacuna que urge resolver, e que uma vez mais a Assembleia de Compartes de Vila Cova e Mascoselo se propões colmatar. Para tanto adquiriu já um edifício no centro de Vila Cova que se propõem transformar na sede da Assembleia colocando-o simultaneamente ao dispor da população um espaço polivalente.

Não se pretende uma sede, um edifício, ambicionas-te o edifício a sede. Deverá ser uma marca, capaz de por si só trazer pessoas a Vila Cova. Atrevo-me a dizer, arrastar pessoas até Vila Cova.

É dentro deste espírito que se pede as criticas, critiquem sugiram tendo em conta esta premissa, não se quer mais uma construção, quer-se o edifício.

  • Piso superior com a ruína, tal como se encontra actualmente, envolta numa parede feita em material transparente, ou translúcido (ainda não seleccionado).
  • O inferior manterá a fachada actual, resumindo-se a alteração à transformação da porta do lado esquerdo numa janela, onde será instalado um placar informativo, primando-se, no restante, tão só pela sua limpeza e arranjo.
  • No interior o rés-do-chão terá duas salas divididas com acesso interior ao 1º andar, onde ficará um espaço amplo preparado para ser dividido em três salas independentes quando necessário.


(Para uma melhor visibilidade clik nas imagens para as ampliar).

8 comentários:

  1. Realmente, uma infra-estrutura pública digna das actividades referidas é bem necessária. No entanto, penso que a reconstrução da fachada original do edifício seria uma melhor ideia, tendo em conta o enquadramento arquitectónico local e uma possível melhor resistência ao rigor do Inverno. Apesar de o progresso ser necessário, será sempre bom haver sobriedade no que ao rural diz respeito. Já que não o existe por parte de muitos particulares, pelo menos que exista pelas entidades públicas.
    De qualquer das formas, esta é mais uma boa iniciativa que, qualquer que seja o seu desfecho, será sempre útil.

    Aproveito para deixar aqui o link para o meu blog, ainda em fase embrionária: http://abila.wordpress.com/

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. a faxada direita das escadas também devia ser de pedra


    ass: filipe

    ResponderEliminar
  3. Estas imagens estão muito porreiras claro e o texto tambem mas so porque foi o Mauricio lol vila cova esta sempre a inovar...

    ResponderEliminar
  4. Olá...
    Passei aqui para escrever um comentário ao "autor" deste texto com o nome de Maurício Gouvinhas.Acho que é algo que interessa a muita gente,penso que vai ser um espaço deveras interessante para todos e mais alguns.
    Agradeço a atenção dispensada e a preocupaçao ao Sr.Maurício Gouvinhas!
    P.S:Espero bem que não te esqueças do aquecimento.
    Adeus os meus cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. É bonito de ver tanta dedidação que o autor tem às suas raizes...
    Quando tive oportunidade de o conhecer, rapidamente me apercebi do amor que tinha pela sua gente, pela sua terra...pela sua Vila Cova..
    Bem haja...

    ResponderEliminar
  6. Este espaço é interessante e inovativo.
    Parece-me um bom trabalho :)

    ResponderEliminar
  7. Sem dúvida, há necessidade de espaço para que as pessoas se encontrem, convivam e meditem... .
    Águas passadas não movem moinhos...
    Parar é perecer...
    Estagnados é meditar sobre o que deixamos de fazer...
    Criticar (deita abaixo) é refugiar-se na sua incapacidade de contribuir com algo de positivo (construtivo)...
    ...
    Logo, se não empatarmos, a obra nasce e poderemos usufruir dos seus benefícios...
    Podemos ainda, arregaçar as mãos e ajudar a deitar uma lage...
    "adalante camaradas".

    ResponderEliminar
  8. Um projecto muito bem construido sem dúvida.
    Parabéns ao autor, penso que será uma obra que trará inúmeras beneces para a freguesia.
    Adorei as imagens, mas gostarei meis ainda de ver este projecto em pé brevemente.


    Cumprimentos.

    ResponderEliminar